N.P.D.C.

N.P.D.C.   nessa porra de cidade a tiros de fuzil barrigas grávidas pipocam feito fogos de artifício   nessa porra de cidade matar preto, pobre e favelado qualquer dia vence o futebol como esporte mais…

EU VI MARIELLE

A cada moça negra que vejo, penso que ela poderia ter sido a Marielle. Não sou poeta, me desculpem, mas quis escrever isso aqui: EU VI MARIELLE Vi Marielle no caixa de supermercado Jovem e…

QUEM MATOU MARIELLE FRANCO

QUEM MATOU MARIELLE FRANCO Marielle foi morta quando se debatia se os índios tinham alma ou não Marielle foi morta quando a Igreja justificava a escravização dos africanos em nome de salvar-lhes a alma Marielle…

GASOLINA E FÓSFORO – 120 ANOS DE CERCO…

GASOLINA E FÓSFORO - 120 ANOS DE CERCO À FAVELA Por ironia da história, a favela surgiu do mais covarde massacre já perpetrado pelo Exército brasileiro: a Guerra de Canudos. Pouco depois de se estabelecerem…

MAIS 7 CLÁSSICOS CELULARIZADOS

MAIS 7 CLÁSSICOS CELULARIZADOS MIL E UMA NOITES: Se Vossa Majestade parar de olhar o celular um pouquinho eu posso começar a contar a primeira história CAPITÃES DE AREIA: Passa o celular pra cá... O…

7 CLÁSSICOS CELULARIZADOS

7 CLÁSSICOS CELULARIZADOS   FRANKENSTEIN: Liga pra assistência técnica, eu falei que comprar o cérebro dele no Mercado Livre ia dar merda...   DOM CASMURRO: Não dá pra negar Capitu: 37 ligações pro Escobar apenas…

UM NOVO GOLPE NA PRAÇA – PÓS-DOUTOR 171

Há um novo golpe na praça acadêmica, já bastante habitada por golpistas e vigaristas de todos os tipos, ou talvez seja melhor dizer correntes teóricas... É o pós-doutor 171. Funciona assim o professor ou professora,…

001 – O capacete colorido (sobre São Paulo…

Coluna Reflexões de um Burrico – Marcos Alvito Revista Vírus – 22 de setembro de 2015 O capacete colorido Para minha amada mestra, Maria Lucia Montes, que me ensinou a ver São Paulo e muito…

CARTA ABERTA AO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UFF

  CARTA ABERTA AO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSECARTA ABERTA AO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Em agosto deste ano, completei 35 anos de Universidade Federal Fluminense. Entrei em 1980, com…

A madeira da lei: gerir ou gerar a…

[pdf-embedder url="http://universidadelivredoalvito.xyz/wp-content/uploads/2018/01/A_madeira_da_lei_gerir_ou_gerar_a_violen-1.pdf" title="A_madeira_da_lei_gerir_ou_gerar_a_violen"]

Biografia del Maracanã

[pdf-embedder url="http://universidadelivredoalvito.xyz/wp-content/uploads/2018/01/Biografia_del_Maracana.pdf"]

Eram os gregos macumbeiros?

  “Eram os gregos macumbeiros?” – Marcos Alvito Artigo a ser publicado em março de 2003 em livro organizado por Rafael dos Santos Eram os gregos macumbeiros ? Marcos Alvito (UFF) Para o amigo Valter…

002 – O relógio assassino (lecionando para policiais…

Revista Vírus 6 de outubro __Coluna "Reflexões de um Burrico, por Marcos Alvito*____ O relógio assassino.  Aquilo sim é que era um presente de grego. Um deles chegou até a brincar: - Poxa, assim vocês estão querendo matar o professor. ele anda de ônibus e se vagabundo botar os olhos nisso aí, já era. O objeto cujo porte poderia levar a um trágico desfecho para a minha existência era apenas um relógio de mesa, bonito mas simples, colocado em um suporte de mármore. O problema estava na plaquinha de metal que afirmava ser aquilo um presente dos alunos do Curso de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense. Ele viera dentro de uma linda caixinha de papelão. O problema é que a caixinha vinha decorada com o famoso brasão da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Sim, eu havia ganho um relógio como homenagem de uma…

003 – Dia de São Bartolomeu ou da…

Revista Vírus 21 de outubro às 14:29 __Coluna "Reflexões de um Burrico, por Marcos Alvito*____ Dia de São Bartolomeu ou da formação dos oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Antes da meia-noite, montavam-se barricadas improvisadas com camas e preparavam-se artefatos, como as chamadas "bombas hidráulicas": sacos com água e sabão para fazer escorregar os bichos que vinham atacar os apartamentos. "Bichos" no caso, eram os alunos do primeiro ano do curso deformação de oficiais da PM do Rio de Janeiro. Na passagem do dia 30…